Você está visualizando atualmente Subpastejo e superpastejo: você sabe o que é?

Subpastejo e superpastejo: você sabe o que é?

Saiba mais sobre o que é subpastejo e superpastejo!

O manejo adequado das pastagens é essencial para garantir a produtividade e sustentabilidade da pecuária. Nesse contexto, o superpastejo e o subpastejo são dois conceitos importantes a serem considerados. Ambos se referem a situações em que a utilização da pastagem pelos animais está fora do equilíbrio ideal, resultando em efeitos negativos para o sistema de produção. No entanto, existem diferenças fundamentais entre esses dois cenários.

Neste artigo, veja o conceito de superpastejo e subpastejo, os efeitos de cada um deles e as práticas de manejo recomendadas para aproveitar melhor as áreas de pastagem. Com um manejo adequado, é possível alcançar um equilíbrio na utilização da pastagem, promovendo a saúde dos animais, a produção de forragem de qualidade e a sustentabilidade do sistema produtivo.

Sumário

Qual a diferença entre Superpastejo e Subpastejo?

O superpastejo e o subpastejo são dois conceitos importantes no manejo de pastagens na pecuária. 

Ambos os termos se referem a situações em que a utilização da pastagem pelos animais está fora do equilíbrio ideal, resultando em efeitos negativos para a produtividade e sustentabilidade do sistema de produção. No entanto, existem diferenças importantes entre esses dois cenários.

O que é subpastejo?

Subpastejo é um termo utilizado na pecuária e se refere a uma situação em que a pastagem é utilizada por um número reduzido de animais, ganhando em um aproveitamento abaixo do potencial da área. 

Esse problema ocorre quando há poucos animais para a quantidade de forragem disponível, resultando em uma baixa taxa de desfolha da planta. No entanto, como consequência, a pastagem acaba acumulando massa vegetal em excesso, o que pode levar ao envelhecimento e ao acúmulo de material morto.

Quais os impactos do subpastejo?

O subpastejo pode trazer consequências negativas para a produção pecuária. Com a baixa taxa de desfolha, a pastagem tende a se tornar menos produtiva, pois o excesso de massa vegetal impede o rebrote adequado das plantas. 

Além disso, o acúmulo de material morto pode dificultar o acesso dos animais à forragem de qualidade, levando a uma alimentação menos adequada. Isso pode resultar em perda de peso, redução da produção de leite e até mesmo problemas de saúde nos animais.

O que é superpastejo?

O superpastejo ocorre quando a pastagem é utilizada por um número de animais além da sua capacidade de suporte. Nesse caso, os animais acabam consumindo toda a forragem disponível antes que ela tenha tempo suficiente para se recuperar. 

O superpastejo é caracterizado por uma taxa de desfolha excessiva, onde as plantas são cortadas em uma altura muito baixa, prejudicando seu crescimento e desenvolvimento adequado.

Quais os impactos do superpastejo?

Com a remoção excessiva de folhas e caules das plantas, a pastagem perde sua capacidade de fotossíntese e de acumular reservas, ocasionada em uma redução da produção e qualidade da forragem. 

Além disso, a exposição do solo sem cobertura vegetal adequada pode levar à compactação do solo, cobertura e perda de nutrientes. Isso compromete a sustentabilidade do sistema de produção e pode levar à degradação da pastagem ao longo do tempo.

Como aproveitar melhor as áreas de pastagem?

Tanto o subpastejo quanto o superpastejo podem comprometer a produtividade e a sustentabilidade das áreas de pastagem. 

Por isso, é fundamental adotar práticas de manejo e evitar esses extremos e promover um equilíbrio na utilização da pastagem pelos animais.

O manejo adequado da pastagem envolve aspectos como o monitoramento da disponibilidade de forragem, o ajuste da carga animal de acordo com a capacidade de suporte da pastagem, a rotação de pastagem, a adubação e correção do solo, o controle de plantas invasoras e o manejo adequado da água. 

Essas práticas permitem um aproveitamento eficiente da pastagem, garantindo o crescimento saudável das plantas, a produção adequada de forragem e o bem-estar dos animais.

Planilha de Gado

Monitoramento 

É essencial monitorar a disponibilidade de forragem e o comportamento dos animais. Dessa forma, é possível ajustar a carga animal de acordo com a capacidade suporte da pastagem, evitando tanto a subutilização quanto a sobrecarga.

Rotação de pastagem

O sistema de rotação de pastagem consiste em dividir uma área em piquetes menores e realizar o rodízio dos animais entre esses piquetes. Isso permite que a pastagem tenha tempo suficiente para se recuperar antes de ser pastejada novamente, evitando o superpastejo.

Adubação e correção do solo

A adubação e correção do solo são importantes para garantir um crescimento saudável das plantas e uma maior produtividade da pastagem. A análise do solo e da aplicação dos nutrientes necessários realiza-se de acordo com as recomendações técnicas.

Controle de plantas invasoras

O controle de plantas invasoras também é fundamental para garantir o bom desenvolvimento da pastagem. As plantas invasoras competem por nutrientes, luz solar e espaço, prejudicando o crescimento das espécies forrageiras desejadas.

Manejo adequado da água

O manejo adequado da água é importante para garantir o crescimento saudável das plantas. O sistema de irrigação, quando necessário, deve ser bem planejado e executado, evitando o desperdício e garantindo uma distribuição uniforme da água na área de pastagem.

Considerações finais

O subpastejo e o superpastejo são problemas que podem comprometer a produtividade e a sustentabilidade das áreas de pastagem. 

É fundamental a adoção de práticas de manejo adequado, como monitoramento, rotação de pastagem, adubação, controle de plantas invasoras e manejo adequado da água, para garantir um aproveitamento adequado e sustentável das áreas de pastagem. 

O manejo correto das pastagens é essencial para garantir a saúde e o bom desempenho dos animais, além de contribuir para a rentabilidade e sustentabilidade da atividade pecuária.

A Tecbov tem a solução para o superpastejo e subpastejo

Enfim,se você está buscando uma solução para o gerenciamento eficiente de pastagens e a gestão centralizada de seus diversos pastos dentro de sua propriedade, a Tecbov tem a solução ideal para você!

Com a funcionalidade de gestão centralizada da Tecbov, você pode monitorar e controlar todos os seus pastos de forma prática e eficiente. Através de uma plataforma intuitiva, você terá acesso a informações administrativas sobre a disponibilidade de forragem, comportamento dos animais e histórico de manejo em cada pasto.

Essa ferramenta é essencial para evitar problemas como superpastejo e subpastejo, garantindo um equilíbrio na utilização da pastagem pelos animais. 

Com uma gestão centralizada, você poderá ajustar a carga animal de acordo com a capacidade de suporte de cada pasto, realizar rotação de pastagem de forma intuitiva e controlar a adubação e manipulação do solo de maneira eficiente.

Não deixe que o manejo inadequado comprometa a produtividade e a sustentabilidade das suas áreas de pastagem. A Tecbov oferece uma solução completa e integrada para auxiliar na gestão de pastas e garantir o sucesso de sua atividade pecuária.

Entre em contato conosco e descubra como a Gestão Centralizada da Tecbov pode transformar a forma como você maneja suas pastagens. Aproveite ao máximo o potencial produtivo da sua propriedade e alcance resultados ainda melhores na pecuária.

Esta publicação “Subpastejo e superpastejo: você sabe o que é?” foi vista anteriormente no blog Tecbov, O Melhor e mais completo Sistema de Gestão de Gado de Corte

Visited 3 times, 1 visit(s) today

Deixe um comentário